Estilhaça-me - Tahereh Mafi

Sinopse: "Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser uma guerreira." 


Estilhaça-me estava há MUITO tempo encalhado na minha estante, mas assim... muito mesmo. Comecei a ler, despretensiosamente e tive uma surpresa e tanto! Não tinha ideia alguma do enredo, foi um dos livros que eu comprei pela capa. A escrita me deixou um pouco incômoda no começo, muito melodramática e pouco explicativa. Levei umas cinquenta páginas pra me familiarizar com os personagens e o contexto. 


Depois de um determinado acontecimento, porém, a narrativa flui, a escrita fica mais gostosa, os personagens um pouco mais interessantes. Juliette passa a ter novos desafios, medos, desejos e esperanças, o que aos poucos vai construindo a personalidade dela e dando um rumo pra história. Ela sofreu muitos traumas na infância e vive isolada, presa, há quase um ano então quando ela volta a ter contato com outras pessoas acompanhamos de perto todas as suas dificuldades. Mas nem por isso ela é uma mocinha influenciável e fraca. 



O romance é construído no princípio de que Juliette não tem ninguém, não conhece ninguém e não pode tocar ninguém também. Ela se sente um monstro e, quando alguém a enxerga diferente, ela reage a isso. Adam também enfrentou muitas dificuldades por conta do Reestabelecimento e carrega, ele mesmo, seus traumas de infância, mas ele sente que precisa proteger Juliette. Ok, a química entre os dois é inegável, mas eu odeio essa coisa da mocinha precisar de um salvador. Só não julgo isso como um ponto extremamente negativo no livro, pois a autora já deixou subentendido que teremos um triangulo amoroso, portando ainda tenho esperanças.



É nítida a inexperiência da autora no primeiro livro da série, mas o livro continua sendo muito bom. Lá pela metade eu já havia entregado meu coração aos personagens, ao universo distópico que a autora criou e terminei a leitura em poucas horas. Fiquei me perguntando por quê eu subestimei tanto esse livro e o deixei de escanteio na estante por tanto tempo. O enredo é ótimo, envolvente e eu só não dei 5 estrelas (dei 4,5) por conta de alguns detalhes na escrita. Também já li Liberta-me e Incendeia-me que serão resenhados aqui em breve.

Postar um comentário

My Instagram

Copyright © Toca Geeky | Universo Geek, Lifestyle e muita criatividade!. Made with by OddThemes . Distributed by Weblyb