Nunca Jamais parte três, Colleen Hoover e Tarryn Fisher


"No muito aguardado último volume da série Nunca jamais, Silas e Charlize devem mergulhar fundo em seu passado para descobrir quem são e quem querem se tornar. Correndo contra o tempo atrás das respostas, serão eles capazes de se reencontrar e reestabelecer os velhos laços, ou estará tudo perdido para sempre?"

   Finalmente cheguei ao fim dessa "trilogia" conjunta de Colleen e Tarryn, e se você caiu de paraquedas vou deixar aqui os links das resenhas da primeira parte e da segunda parte. Ok, leu? Beleza! Antes de continuar devo alertar que se você não leu nenhum dos livros, provavelmente irá encontrar spoilers dos volumes anteriores nesta resenha. 

     Charlie e Silas acordam em um quarto de hotel ainda sem saber quem são e parecem estar dando voltas em círculos, mas suas anotações da noite anterior os colocam de novo na busca de respostas: Por que eles perderam a memória? Por que isso parece estar relacionado à família deles? E o mais importante, o que eles devem fazer pra que este pesadelo acabe? E a partir daí o livro se desenrola. 

     Devo dizer que este último volume foi o mais cansativo (apesar das poucas páginas). Quero dizer, é o último livro, mas a dupla não teve absolutamente nenhum avanço, pista significativa ou resposta que fosse desde o primeiro livro e isso foi muito chato. Se toda a história fosse desenvolvida em apenas um único volume talvez não fosse tão monótono, mas pra quê dividir a história em três partes se todas elas começam do mesmo ponto de partida? É como se os dois primeiros livros pudessem ter sido anulados (salvo um ou outro detalhe) e apenas o terceiro fosse válido. 

      Por que eu digo isso? Porque muitas coisas que aconteceram nos primeiros livros não tiveram nenhuma relevância no final. Tudo o de mais importante e "esclarecedor" está no terceiro livro. E as coisas nem são tão esclarecedoras assim, depois de várias voltas Charlie e Silas chegaram em uma suposta razão para terem perdido a memória, mas eu continuei esperando que houvesse mais alguma coisa por trás de tudo. Tipo, sério? Era uma razão vaga, boba e que não foi nem muito explicada. Era pra ser o ápice da trilogia e foi MUITO mixuruca, me decepcionei.

      Tá, então por que cargas d'água eu dei 3,5 estrelas pro livro? Porque finalmente o romance entre os personagens foi desenvolvido, a química entre os dois sempre foi bacana, mas dessa vez eles realmente se envolveram e foi só por isso que eu me peguei torcendo pra eles até o último momento. Não gosto de abandonar séries ou trilogias, por mais que eu demore pra finalizar eu costumo ir até o fim e confesso que a parte três de Never never me decepcionou muito. Quem sabe as editoras resolvam fazer uma edição em volume único que melhore a experiência dos leitores. 

      Fato aleatório: li este terceiro volume em inglês e achei a escrita muito fácil de entender, as gírias, os diálogos, tudo. Então se você está começando a ler em inglês a trilogia pode ser uma boa pedida pra você.

Nunca Jamais | Parte três | Colleen Hoover e Tarryn Fisher | Galera Record | 144 Páginas | 3,5 Estrelas | Skoob 

Postar um comentário

My Instagram

Copyright © Toca Geeky | Universo Geek, Lifestyle e muita criatividade!. Made with by OddThemes . Distributed by Weblyb