Um marido de faz de conta, Julia Quinn

"Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha nas colônias, Cecilia Harcourt tem duas opções igualmente terríveis: se mudar para a casa de uma tia solteira ou se casar com um primo vigarista. Então ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar de seu irmão pelo tempo que for necessário. Só que, após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela acaba encontrando seu melhor amigo, o lindo oficial Edward Rokesby. Ele está inconsciente, precisando desesperadamente de cuidados, e Cecilia promete salvar a vida desse soldado, mesmo que para permanecer ao lado dele precise contar uma pequena mentira... Eu disse a todos que era sua esposa. Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia Harcourt é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade. Quem dera fosse verdade…"

   Nada como um romance de época delicioso pra recarregar as energias em meio a tantas leituras "pesadas" que eu fiz em Janeiro. Um caso perdido, segundo livro da nova série de Julia Quinn, Os Rokesbys, não tinha chamado muito a minha atenção de início. Mas eu não sei lidar com a frustração de começar a ler uma série ou trilogia e não terminá-la, além de que, eu adoro a escrita da autora, então não hesitei em fazer a leitura em momento algum. Vamos ver o que eu achei.

    Desta vez vamos acompanhar a história de Edward e Cecília, mas o interessante é que a estória não se passa na Inglaterra, e sim em Manhattan, nos Estados Unidos, e em um período de guerra e escravidão. Apesar de a autora não se aprofundar muito em tais questões, o romance deixa de ser apenas de "época" e tem características mais históricas que seus anteriores. Cecília se envolveu num mal entendido e dele surgiu uma mentira a qual ela não pretendia nutrir por muito tempo, mas sua aflição e medo a fizeram sustentar a situação por mais tempo que ela imaginava e é em torno disso que o romance se desenvolve.

     Os personagens não são tão cativantes, mas a interação entre eles é e por isso a narrativa prende o leitor e faz com que o mesmo crie empatia pelos dois. Mesmo incomodada com a passividade de Cecília, me peguei torcendo o tempo todo por ela e Edward e também por Thomas, o elo que os uniu da forma mais inusitada possível. Digo que os personagens não são tão cativantes, pois em comparação ao livro anterior, Julia deixou um pouco a desejar na construção das personalidades. Além disso o enredo é um pouco lento e parado, o que também não é costumeiro da autora e me impediu de dar ao livro cinco estrelas.

     De uma maneira geral, é um livro bom, não me entendam mal. É excitante pelo cenário totalmente novo, pelo suspense envolvendo o irmão de Cecília e pela mentira envolvendo o casal protagonista. É um romance leve, delicado e muito fofo, mas senti que faltou só um pouco mais visto que eu já li toda a série Os Bridgertons e sei do que a autora é capaz. Faltou o friozinho na barriga, sabe? O livro aborda muito bem a honestidade que deve existir em um casal, a base de qualquer relacionamento seja ele afetivo ou não e, com um final encantador, acaba conquistando o leitor para o próximo livro da série que eu mal posso esperar pra ler.

Um marido de faz de conta | Julia Quinn | Arqueiro | Romance de época | 304 Páginas | 4,5 Estrelas | Skoob

Postar um comentário

My Instagram

Copyright © Toca Geeky | Universo Geek, Lifestyle e muita criatividade!. Made with by OddThemes . Distributed by Weblyb