A garota perfeita, Mary Kubica

Foto: De livro em livro

"Mia, uma professora de arte de 25 anos, é filha do proeminente juiz James Dennett de Chicago. Quando ela resolve passar a noite com o desconhecido Colin Thatcher, após levar mais um bolo do seu namorado, uma sucessão de fatos transformam completamente sua vida. Colin, o homem que conhece num bar, a sequestra e a confina numa isolada cabana, em meio a uma gelada fazenda em Minnesota. Mas, curiosamente, não manda nenhum pedido de resgate à familia da garota. O obstinado detetive Gabe Hoffman é convocado para tocar as investigações sobre o paradeiro de Mia. Encontrá-la vira a sua obsessão e ele não mede esforços para isso. Quando a encontra, porém, a professora esté em choque e não consegue se lembrar de nada, nem como foi parar no seu gélido cativeiro, nem porque foi sequestrada ou mesmo quem foi o mandante. Conseguirá ela recobrar a memória e denunciar o verdadeiro vilão desta história?"
    Já faz algum tempo que eu venho ensaiando ler mais suspenses e romances policiais, sair um pouco da zona de conforto. Ver "A garota perfeita" no Kindle Unlimited era o incentivo que eu estava precisando. Não conhecia a autora ainda, mas já tinha lido algumas resenhas sobre o livro que me fizeram crer que era, de fato, uma boa aposta. Ainda sim, eu não estava preparada para o que viria à seguir. 

     A garota perfeita é narrado em primeira pessoa, porém alternando os capítulos em três pontos de vista: de Eve, a mãe de Mia; de Gabe, o detetive e de Colin, o sequestrador. Mas nunca o de Mia, o que me deixou extremamente instigada desde o começo. Além disso o livro se desenvolve em duas linhas do tempo, uma durante a investigação e outra já depois de Mia ter sido encontrada e durante o decorrer do livro o leitor passa pela experiência de "juntar os pedaços" pra tentar desvendar o que de fato aconteceu e o por quê.

     Não sendo eu familiarizada com o gênero, gosto de narrativas instigantes e que me capturam logo no início, como a de Mary. Suspenses exigem um tempo maior para que os fatos se desenrolem, ou não seria suspense, mas gosto da forma como a autora manteve o mistério sem deixar a estória cansativa ou lenta demais. Adorei, inclusive, a divisão dos capítulos e da linha do tempo, ficou muito mais interessante e me deixou faminta de curiosidade pra descobrir tudo. 

   Os personagens de Eve e Gabe talvez mereciam mais profundidade, porém Mia e Colin são personalidades fascinantes de acompanhar. Por mais doentia que a situação seja, foi no mínimo interessante acompanhar parte da estória de dentro da cabeça do sequestrador e enxergar por seus olhos. A diferença de classes, a falta de afeto, os passados discrepantes entre os dois... até que ponto os meios justificam o fim? 

     A quem se interessar possa, o livro traz questões e temas polêmicos e muito necessários e que eu só não vou dizer a fim de não estragar a experiência de vocês. Quanto ao final, a autora me surpreendeu em níveis inimagináveis, nem nos meus sonhos teria pensado algo parecido e isso me fez gostar tanto do livro que é mais um na lista dos que eu pretendo reler. Começando o ano com chave de ouro, amei a leitura. 

A Garota Perfeita | Mary Kubica | Suspense | Planeta do Brasil | 336 Páginas | 4 Estrelas | Skoob

Postar um comentário

My Instagram

Copyright © Toca Geeky | Universo Geek, Lifestyle e muita criatividade!. Made with by OddThemes . Distributed by Weblyb