Doze anos entre notas, Carol Teles


"O que pode acontecer em doze anos? Vidas começam, vidas terminam, casas são construídas e derrubadas, e uma infinidades de sonhos se criam e se perdem. Acompanhe o que aconteceu com Klaus e Lorena no interlúdio de sua história."

Título: Doze anos entre notas | Melodia #2 | Autora: Carol Teles | Editora: Independente | Ano: 2015 | Páginas: 202 | Nota: 5/5 | Skoob | Compre aqui

     Tem livros que começam de maneira despretensiosa, simples e não geram muitas expectativas de início, mas que ao decorrer das páginas nos prendem de tal maneira e antes que você perceba já está obcecada, pensando nos personagens 24h por dia, contando as horas pra ter um minuto de paz e dedicá-lo a leitura. A mais bela melodia, primeiro volume da trilogia, foi assim. Me arrebatou com tanta intensidade que eu fiquei desesperada para começar Doze anos entre notas, então eu passei uma madrugada inteira lendo este segundo livro e hoje vou contar o que eu achei. 

     Depois daquele final dilacerante e desesperador (insira mais adjetivos aqui) do primeiro livro, que me rasgou inteira e me deixou dependente do rumo da história, eu não sabia mais o que esperar para este próximo livro. O livro narra os 12 anos de acontecimentos entre o primeiro e o terceiro livro da trilogia, cada capítulo é referente à um ano e assim temos um livro bem menor que o anterior, com apenas 202 páginas. Li bem rápido, porque além de curto é um livro bem envolvente e com uma narrativa fluída.

     Foi extremamente difícil escrever esta resenha sem deixar nenhum spoiler que pudesse estragar a experiência de vocês com o livro. O enredo todo parte do princípio de uma mentira complexa envolvendo o final do primeiro livro, os personagens Lorena, Klaus e Adônis têm suas vidas drasticamente mudadas após um acontecimento completamente inesperado, portanto o foco dessa parte da estória é voltado aos três, mas ainda temos alguns personagens secundários presentes e inclusive, alguns deles ganham maior destaque.

    A falta de coerência percebida no primeiro livro é bem menor neste segundo, quase inexistente. Carol trabalha no amadurecimento dos personagens, que precisaram se tornar adultos tão cedo. A força de Lorena, Klaus e Adônis, cada um lidando com seus demônios e as consequências das escolhas que fizeram. Aqui eles vão aprender que nem sempre o amor é suficiente, vão aprender o peso das palavras: verdadeiras ou não e isso nos traz personagens mais reais ainda, verdadeiros, com conflitos humanos como os nossos. Impossível não se identificar. 

    Os dramas adolescentes se tornaram traumas de adultos, a narrativa da autora agora se encontra mais lapidada, gostei da ambientação da história que ficou menos "americanizada" também e o enredo então nem se fala. Me encantei ainda mais por Adonis, mas meu coração ficou apertado por Klaus... Me senti uma adolescente apaixonada do começo ao fim. Indico à todos fãs de romance/drama que adoram um livro cheio de reviravoltas, a trilogia me marcou pra sempre e logo eu volto pra contar o que achei do terceiro volume, que também já li.

Postar um comentário

My Instagram

Copyright © Toca Geeky | Universo Geek, Lifestyle e muita criatividade!. Made with by OddThemes . Distributed by Weblyb