BEDA 22 | Entenda o Gênero: Distopia

Photo by Ksenia Makagonova on Unsplash

   Nos últimos anos meu gosto literário tem evoluído aos poucos, conheci vários gêneros que me encantaram e de repente as definições de zona de conforto foram atualizadas. Distopia é um dos meus gêneros favoritos, embora eu não tenha lido tanto dele quanto eu gostaria: a listinha de livros distópicos pra ler só cresce a cada dia que passa. Mas se você ainda não conhece bem o gênero ou nunca leu nada do tipo eu vou tentar explicar neste post um pouco do que é uma distopia na literatura, suas características e também deixar algumas dicas de livros que possam te interessar.

    As distopias, ou antiutopias, como também são conhecidas, vem de um conceito filosófico adotado por vários autores onde, numa ficção, eles retratam uma sociedade num contexto oposto ao da utopia, que prevê um sistema perfeito, um estado totalitário onde vigora a máxima felicidade. Dentro deste gênero vamos encontrar principalmente governos ditatoriais e tiranos e um grupo de pessoas que por alguma razão discorda de tais ideias e passa a promover uma espécie de rebelião ou ato contra este sistema. 

    Os autores costumam trazer em livros como estes sátiras ou avisos, mostrando como seriam os limites extrapolados ao máximo e por isso frequentemente vemos críticas sociais muito atuais nos livros distópicos. Vamos encontrar pautas como a diferença entre classes, a ditadura da beleza e vários outros dilemas morais. Algumas são futurísticas, outras escritas no passado e até mesmo algumas no presente. Talvez a característica distópica que mais me fascina é a proximidade com a atualidade em que vivemos, SEMPRE encontramos alguma situação que se assemelha com a condição em que nosso mundo vive ou poderia viver em alguns anos, caso as coisas não mudem. 

    Precisa entender de política pra ler distopia? Bom, como cada universo distópico tem seu próprio sistema, cada um tem sua própria política e cabe ao autor introduzir o leitor dentro dela. Nunca tive problema em entender nenhum dos livros que li do gênero até hoje, pelo contrário, eu fico fascinada quando começo a entender como funciona cada sistema. Apesar de não ter lido todos as distopias que eu pretendo ler na vida, nunca li nenhum que eu não gostasse. Agora vamos aos exemplos?

Leia:


Divergente é muito conhecida e muitas pessoas comparam com Jogos Vorazes. A distopia divide a sociedade em facções: Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição, que seriam as características mais fortes de seus membros. Porém existem os Divergentes, uma "classe" de pessoas que podem possuir características de duas ou mais facções, mas eles são vistos como uma aberração a ser eliminada. Leia a resenha toda aqui.

Feios é uma crítica à ditadura da beleza. As pessoas são separadas por sua aparência em uma sociedade onde os adolescentes são submetidos à uma cirurgia para serem Perfeitos e a partir dela podem mudar todo e qualquer traço de seu rosto e fisionomia para serem melhores aceitos na sociedade, terem educação e emprego de melhores qualidades. Porém antes da cirurgia os Feios não podem ter acesso à parte da cidade onde os Perfeitos vivem. Leia a resenha aqui. 

Jogos Vorazes é a mais conhecida das distopias recentes (existem outras mais conhecidas, mas que eu ainda não li pra indicar). Aqui a sociedade também é dividida por classes, a pobreza é muito grande e como se isso não bastasse, existem os jogos anuais onde dois jovens de cada distrito é enviado a capital para batalhar por sua vida, restando apenas um sobrevivente. É a forma que o governo escolheu de lembrar quem detém o poder. Veja a resenha em vídeo.

Legend foi a minha leitura distópica mais recente. O que um dia fora o Oeste dos Estados Unidos agora é a República, que está em guerra com seus vizinhos. Após se submeterem a uma prova anual o destino das crianças muda drasticamente: ou ela pode ser um Prodígio ao tirar a nota máxima e com isso ter um cargo bom além do direito à uma educação de qualidade ou se ela falhar na prova é mandada para as colheitas. Mas além disso alguns vírus estão se espalhando por todas regiões da República. Leia a resenha completa aqui. 

    E aí? Se interessaram pelo gênero? Tem algo a acrescentar? Deixem nos comentários o que acharam do post. 

12 comentários :

  1. Olha, eu não curto muito distopias, mas quando alguma me atrai eu procuro ler e geralmente faço boas leituras. Mas eu gosto de distopias em filmes, vai entender hahaha Dos livros que você mencionou, eu já tentei ler quase todos (exceto, Feios. Esse eu ainda não conhecia) e não consegui ler nenhum, não me agradaram tanto quanto eu esperava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Beatriz, uma pena, eu só posso esperar que vc não desista por completo e tente ler mais alguma. Quem sabe, né?

      Excluir
  2. Eu amo distopias. Já li várias uma melhor que outra. Li todos os livros que você mencionou e muito mais.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karini, bom saber, vou procurar algumas dicas lá no seu blog!

      Excluir
  3. Eu sou a louca dos romancinhos e dificilmente saio desse nicho, mas todas as distopias que li me agradaram bastante, por conta dessas criticas sempre pertinentes e que fazem questionar a sociedade em que vivemos de algum modo. Adorei seu post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, espero trazer mais posts assim pro blog. Eu também amo romances ahahahaa é outro gênero favorito meu.

      Excluir
  4. Oi Taísa, sua linda, tudo bem?
    Eu também adoro distopias. Como sou fã de enredos que retratem a natureza humana, acabo me identificando com essas leituras. Você precisa ler a trilogia O Teste da Editora Única. Eu cheguei até a sonhar, acredita? De tanto que mexeu comigo. Sua postagem ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pela indicação Cila, vou procurar pra ler sim! A postagem ficou grande, mas também gostei muito dela...

      Excluir
  5. Adorei o post.
    Curto muito posts assim que explicam melhor os gêneros dos livros. Distopia é um dos meus gêneros de livros favoritos também, embora eu tenha lido poucos. Dos citados só li divergente, mas tenho o box de legend aqui para ler.
    Amei

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Eu gosto de distopias, assim como você minha lista de desejados só cresce, inclusive Feios e Legend estão nela. Minha favorita é Divergente, não consigo entender a comparação com Jogos Vorazes, pois é algo numa pegada diferente, enfim. Gosto de A Seleção, porém não classificaria como distopia não, porque é mais voltado pro romance.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Taísa! Eu gosto bastante de distopias, posso recomendar Reiniciados, uma pena que a distribuição seja um pouco ruim aqui no Brasil. Dos que você indicou já li Jogos Vorazes e adorei! Ótimo post falando sobre o tema!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Distopia não é meu gênero favorito, geralmente prefiro as que tenham mais pessoas 'adultas' como principais já que a grande parte envolve adolescentes acaba me perdendo nisso. Mas achei legal os pontos que você abordou.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir

My Instagram

Copyright © Toca Geeky | Universo Geek, Lifestyle e muita criatividade!. Made with by OddThemes . Distributed by Weblyb